Aconteceu em Folsom

Janeiro de 1968 ficou marcado pela gravação do lendário Johnny Cash At Folsom Prison, um dos melhores álbuns ao vivo da história. Falar do disco é chover no molhado. Ele é perfeito! Mas quero destacar um momento em especial. O momento em que o ídolo canta a música do fã. Algo que, certamente, marcaria a vida de qualquer um.

Preso por assalto a mão armada, Glen Sherley era detento da prisão de Folsom e ganhou um verdadeiro presente ao final do show. Ele teve sua canção, “Greystone Chapel”, sobre a capela da prisão, interpretada de surpresa por Cash. Antes de começar a cantar, Cash ainda estendeu a mão ao fã, que estava sentado na primeira fileira, e o apresentou como o autor da música.

Depois do show, Johnny Cash e June Carter se compadeceram do sonho de Sherley de tornar-se cantor. O Homem de Preto intercedeu para que o presidiário conseguisse a liberdade e depois o ajudou com sua carreira musical. Infelizmente essa história teve um final trágico. Devido aos problemas com drogas e à incapacidade de se ressocializar, o ex-detento acabou se suicidando em 1978.

De qualquer forma, Sherley viveu seu sonho. Assista, abaixo, o ex-presidiário de Folsom cantando “Greystone Chapel”:

Anúncios