Cash and Charles

Johnny Cash e Ray Charles tiveram vidas bem parecidas. E isso ficou ainda mais claro depois que foram lançadas suas cinebiografias (Ray e Johnny & June). E mesmo com estilos musicais completamente diferentes, suas canções acabaram se cruzaram várias vezes durante a vida. Exemplos não faltam.

Para começar, os dois artistas acabaram gravando as mesmas músicas em algumas ocasiões. “Born to Lose” foi gravada por Ray Charles em 1961 e, três anos depois, por Johnny Cash. Já com “Busted” aconteceu o inverso: primeiro Cash gravou e meses depois era a vez de Ray. Isso sem falar em “What I Say” e “I Got a Woman” que entraram no álbum Carryin’ On, de 1968, onde Cash divide todas as faixas com June.

Depois dessa “troca”, faltava ver os dois astros no palco. O primeiro encontro da dupla aconteceu em 1970, quando Cash recebeu Charles no programa Johnny Cash Show. Depois, em 1984, Ray retribuiu o convite e gravou com Johnny a música “Crazy Old Soldier” para o seu álbum Friendship.

Dois anos atrás, foi descoberta mais uma gravação dos dois. “Why me, Lord?”, de Kris Kristofferson, foi feita em 1981 e nunca tinha sido lançada. A descoberta se deu através de duas cartas de Cash para o amigo Ray Charles.

“Estou orgulhoso em dizer às pessoas que gravei uma canção com você”, escreve na primeira carta. Já na segunda: “Espero que você curta esta fita. Sei que a orquestra não é grande e que eu não canto lá essas coisas, mas acho que tem feeling e qualidade que os fãs vão gostar de verdade. Quero lançar isso num single pela CBS, com sua permissão, numa divisão igualitária de royalties. Isso está bom para você?”

Abaixo, Ray Charles canta “Ring of Fire” e dá uma pequena palhinha de “I Walk the Line”.

 

Anúncios